escolas de samba da grande tijuca escolas de samba da grande tijuca

Escolas de samba da Grande Tijuca no RJ

8 minutos para ler

Qualidade de vida, ótimas opções de lazer, gastronomia e… samba. É isso mesmo.  Na Grande Tijuca o que não falta é samba! 

No artigo de hoje você confere um pouco mais sobre essa região, e as principais escolas de samba do Rio de Janeiro que estão localizadas nela. 

Não deixe de conferir! 

A Grande Tijuca e suas múltiplas opções de lazer

Como já falamos anteriormente aqui no blog, as opções de lazer na Grande Tijuca são muitas, para todos os gostos.

Para quem curte atividades ao ar livre, há opções na natureza maravilhosas, como trilhas, cachoeiras e com espaços para se fazer um piquenique, churrasco ou encontros na Floresta da Tijuca (localizado no Parque Nacional da Tijuca) ou no Parque Estadual do Grajaú.

Há também opções de lazer em clubes (Tijuca Tênis Clube é o mais famoso da região), shoppings (como o Shopping Tijuca), praças, Maracanã, cinemas e teatros.

Para quem curte aproveitar mais a boemia, há muitos polos gastronômicos na Grande Tijuca, como é o caso da conhecida Praça Varnhagem, além de bons bares e restaurantes.

Além de tudo isso, há a cereja do bolo: as escolas de samba! A região da Grande Tijuca é reconhecida como um reduto do samba.

O samba na Grande Tijuca 

Por aqui, nós também já falamos sobre a importância do samba para a Grande Tijuca. Afinal, um dos bairros da região, Vila Isabel, é o berço dos sambistas Noel Rosa e Martinho. 

Ambos são compositores muito relevantes para o samba brasileiro e, muitas vezes, o bairro foi cenário de suas canções, como é o caso da música composta por Noel, “Feitiço da Vila”. Sendo considerado também um bairro que é reduto tradicional do samba.

A Grande Tijuca, além de carregar em sua história grandes nomes do samba, também é localização de três das principais escolas de samba do Rio de Janeiro: Unidos da Tijuca, Vila Isabel e Salgueiro.

As escolas de samba no RJ

O carnaval carioca é uma grande festa popular com importância histórica, social e cultural para a cidade (e para o Brasil).

E é impossível não associar carnaval aos desfiles das escolas de samba na Marquês de Sapucaí (Sambódromo).

Em 1893, foi criado o primeiro rancho carnavalesco, o “Rei de Ouros”, um festival idealizado por Hilário Jovino Ferreira, que apresentou novidades como enredo, mestre-sala e porta-bandeira e o uso de instrumentos de cordas e de sopro. E daí as escolas de samba surgiram.

Desde então, o carnaval tornou-se uma celebração mundialmente famosa (e celebrada), expressão de diferentes manifestações culturais, como bailes, blocos de rua e os desfiles das escolas de samba. É uma festa que celebra a alegria de viver!

Os desfiles das escolas de samba foram idealizados pelo jornalista Mário Filho em 1932 e foi oficializado como marco do carnaval em 1935.

O Rio de Janeiro foi, então, pioneiro na busca por uma identidade exclusivamente brasileira, através da valorização do samba e da negritude. Começaram como “grupos de samba” nas favelas cariocas, e tornaram-se escolas de sambas quando foram para o “asfalto”.

As 3 escolas de samba da Grande Tijuca

Conforme dito anteriormente, as escolas de samba são tradição na Grande Tijuca. A seguir, você confere as 3 escolas de samba que ela abriga.

Unidos da Tijuca

Escolas de samba da Grande Tijuca no RJ: Quadra da Unidos da Tijuca

A primeira grande escola de samba da Grande Tijuca, Unidos da Tijuca, foi fundada em 1931, com sede no Morro do Borel. 

No entanto, apesar de ainda ter no nome “Tijuca” e ser tijucana em suas origens, a sede foi transferida para o bairro de Santo Cristo, zona portuária do Rio, em 1992 e permanece lá até hoje.

A Unidos da Tijuca é a terceira escola de samba mais antiga do Brasil e carrega 4 títulos de campeã do Grupo Especial (dos anos de 1936, 2010, 2012 e 2014). E também conta com a escola de samba mirim chamada Tijuquinha do Borel.

A escola foi a primeira a apresentar carros alegóricos e alas fantasiadas no desfile. Em 2004, contratou o carnavalesco Paulo Barros que passou a surpreender e conquistar ainda mais o público e a imprensa com sua criatividade e alegria. E garantiu o lugar de destaque da escola no carnaval carioca desde então.

Além de feijoadas, rodas de sambas e shows na sua quadra, a Unidos da Tijuca também promove diversas atividades.

Para descobrir como funcionam os bastidores do carnaval, a escola promove uma visita guiada ao seu barracão localizado na Cidade do Samba. O passeio conta também com palestras e apresentações dos artistas, conhecer os carros, a sala dos troféus e o croquis das fantasias. É um ótimo programa!

A Unidos da Tijuca também oferece alguns workshops, como de construção de samba-enredo (melodia e letra), de ritmo, de técnicas de mestre-sala e porta-bandeira e,produção de fantasias e adereços. São experiências inesquecíveis!

Vila Isabel

Escolas de Samba da Grande Tijuca no RJ: Quadra da Vila Isabel

A quadra da escola de samba Unidos de Vila Isabel, localizada no bairro de mesmo nome, na Boulevard 28 de setembro, nº 382, foi fundada no ano de 1946 e carrega em si raízes de um bairro de Noel Rosa, um grande sambista brasileiro.

O mentor da escola foi Antônio Fernandes da Silveira, conhecido como Seu China que, apesar de não ter descendência oriental, recebeu esse apelido por ter “olhos puxados”. 

Ele era pintor e se mudou, em 1945, para uma favela de Vila Isabel, Morro dos Macacos. E foi lá que ele passou a ter mais contato com o bairro e fortaleceu sua identidade de samba. Fundando a escola logo depois.

A escola de Vila Isabel também tem grande destaque no desfile da Marquês de Sapucaí, sendo 3 vezes campeã do Grupo Especial (nos anos de 1988, 2006 e 2013). 

Está sempre em posições de destaque, mesmo quando não leva o prêmio. Também tem a escola de samba mirim, chamada Herdeiros da Vila.

Apesar de campeã, não perde seu espírito de escola de bairro. Animando os moradores com seus ensaios técnicos nas ruas, eventos, shows e feijoadas na quadra. Além de ter uma calorosa festa de apuração de resultados na Quarta-Feira de Cinzas.

Uma das figuras de destaque da escola é o Martinho da Vila, passando a participar da escola em 1965 como um dos compositores. Ele reestruturou as composições de sambas-enredo, emplacando 4 sambas consecutivamente: Carnaval de Ilusões (1967), Quatro Séculos de Modas (1968), Iaiá do Cais Dourado (1969) e Glórias Gaúchas (1970).

Salgueiro

Escolas de samba da Grande Tijuca no RJ: Quadra do Salgueiro

Quem nunca ouviu o samba “Explode, coração, na maior felicidade, é lindo o meu Salgueiro, contagiando e sacudindo essa cidade”? Foi samba-enredo campeão do Salgueiro de 1993.

A escola do Salgueiro foi fundada em 1953, originária do Morro do Salgueiro, mas que tem a sede atualmente localizada na Rua Silva Teles, nº 104, no bairro do Andaraí.

Salgueiro chegou mais tarde no cenário de escolas de samba cariocas, mas “chegou chegando”. Foi 9 vezes campeã do Grupo Especial (nos anos de 1960, 1963, 1965, 1969, 1971, 1974, 1975, 1993 e 2009). Sua escola de samba mirim se chama Aprendizes do Salgueiro.

Inovando o carnaval, principalmente, por apresentar sambas-enredos que fugiam dos temas impostos pelo Estado Novo da época, ligados ao patriotismo.

Preferindo trazer a tona temas não explorados da história do Brasil, como a viagem dos negros africanos para o Brasil, com o samba “Navio Negreiro” em 1957 e sobre a missão do pintor francês Debret no Brasil, “Viagem Histórica Pitoresca ao Brasil”, em 1959.

No desfile de 1959, Salgueiro trouxe a novidade por ser a primeira escola de samba a contratar artistas plásticos para confeccionar seus desfiles.

Além de homenagear, em seus sambas, personalidades brasileiras pouco conhecidas na época, como Zumbi dos Palmares (1960), Xica da Silva (1963), Chico Rei (1964) e Dona Beija (1968).

A bateria do Salgueiro também é tão famosa que tem um apelido: a Furiosa. Tendo com fortes referências ritmos africanos. Consagrada com sete Estandartes de Ouro.

Além de eventos, feijoadas e rodas de sambas, a quadra do Salgueiro também tem atendimentos médicos gratuitos à comunidade.

Qualidade de vida, segurança e muito samba: essa é a Grande Tijuca

Agora que você conheceu as escolas de samba da Grande Tijuca no RJ, já deu para perceber que a região tem muitas facetas. 

Por aqui você encontra tudo que precisa, além de muita segurança, qualidade de vida e diversão.  

Que tal encontrar o imóvel perfeito para você e sua família viverem com qualidade numa das melhores regiões do Rio de Janeiro?Conte com a gente! Entre em contato conosco que iremos ajudá-lo.

Posts relacionados

Deixe um comentário