Seja um consultor imobiliário de alta performance! Seja um consultor imobiliário de alta performance!

Seja um Consultor Imobiliário de ALTA performance!

3 minutos para ler

No mundo atual, todos desejam ter o melhor resultado possível naquilo que fazem. O conceito “alta performance” se tornou muito relevante em todo mercado e estrutura de negócio, seja ele qual for. Porém, como um consultor imobiliário, atingir a alta performance só é possível a partir de 4 fatores:

1. Conhecimento da região de atuação e do nicho de mercado: é importante conhecer a região, considerando que 70% do valor está atrelado à localização do bem imóvel. Bem como entender que o mercado se divide em diversos segmentos (como imóveis de lançamento, imóveis avulsos, imóveis de locação, imóveis comerciais e outros) e buscar o máximo de conhecimento possível dentro do seu próprio nicho de atuação.

2. Domínio sobre as tecnologias presentes no mercado atual: existem diversas mídias disponíveis e cada uma delas exige um formato de ação diferente. São essas mídias que capturam os leads/compradores/candidatos à aquisição desses bens imóveis divulgados pelo corretor e pela empresa.

3. Associação com uma empresa que possua sólida presença de mercado: isso vai levar, sem dúvida nenhuma, o profissional a atingir a alta performance desejada, visto que tal associação garante uma forte credibilidade a ele. 

4. Conhecimento da situação socioeconômica-cultural do país: o mercado imobiliário sofre transformações sistêmicas, pois é um ativo – como a própria sociedade – e sofre impactos de acordo com mudanças nos cenários político e econômico. Um exemplo: a falta de políticas públicas em áreas carentes (onde o perigo é constante) acaba atingindo o mercado imobiliário nas áreas. Então, estar por dentro da história e da economia do local coloca o profissional em um nível diferente dos outros. 

Para se tornar um consultor imobiliário de alta performance, é preciso também seguir alguns passos práticos:

  • ter uma rotina e disciplina;
  • ter estratégia de negócio;
  • ter disponibilidade e ter organização;
  • ter boa comunicação;
  • ter capacidade de criação;
  • busca pelo pleno entendimento do desejo e objetivo do cliente.

É importante apontar que não vale a pena levar uma grande quantidade de imóveis ao seu cliente, se não há uma real compreensão do que ele quer e espera. Assim, o relacionamento e a proximidade com o cliente são fundamentais, sempre mantendo a discrição e o limite necessários.

O alto desempenho no ofício de corretagem é propiciado pelo interesse e pela atitude, atrelados ao objetivo pessoal do profissional. Porém, a alta performance também é algo individual e varia de acordo com as características de cada um. Então é preciso se autoconhecer e reconhecer os seus próprios limites, assim como ter sempre em mente o objetivo pessoal. Alguns querem ganhar bem e ser bem sucedidos, enquanto outros possuem diferentes prioridades.

Assim, o conceito pode se tornar um pouco subjetivo, pois o que vale para um pode não valer tanto para o outro. 

Até a próxima,

Marco Miguez

Leia mais sobre a Corretagem na Coluna do Miguez.

Posts relacionados

Deixe um comentário